MonitorEE traça linha do tempo com marcos brasileiros da eficiência energética

Publicado em 30/Out/2019 às 15h03 Atualizado em 02/Out/2019 às 15h40

O MonitorEE, além de disponibilizar dados interativos, possui produtos que contribuem para a construção do conhecimento sobre a eficiência energética. A linha do tempo da eficiência energética reúne os principais marcos da área no Brasil, de forma interativa, para desenhar uma imagem de sua história ao longo do tempo.

A linha do tempo se inicia em 1984, com o primeiro marco da eficiência energética: o Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE). Cada um dos marcos possui um breve texto que explica tópicos como história, objetivos, composição, números, entre outros. A ideia é que a linha do tempo esteja sempre em construção, com novos marcos sendo acrescentados.

Entre os principais marcos está a Lei de Eficiência Energética, criada em 2001 - Lei nº 10.295, de 17 de outubro de 2001. Ela foi instituída com o objetivo principal de estabelecer os chamados níveis mínimos de eficiência energética, que indicam o mínimo de eficiência energética ou o máximo de consumo, para equipamentos que utilizam energia elétrica, veículos e edifícios.

É importante lembrar que a eficiência energética não se refere apenas a eletricidade. A linha do tempo também traz marcos que comprovam essa característica da eficiência energética como o Programa Nacional da Racionalização do Uso dos Derivados do Petróleo e do Gás Natural (CONPET).

Na linha do tempo é possível encontrar os cinco principais tipos de instrumentos brasileiros que promovem a eficiência energética: os programas nacionais, como o Programa Nacional de Conservação de Energia (Procel); os programas obrigatórios das distribuidoras, como o Programa de Eficiência Energética (PEE) da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel); a etiquetagem de equipamentos, como o Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE); os selos de eficiência energética, como o Selo Procel; e os padrões de eficiência energética.

De acordo com o pesquisador do International Energy Initiative - IEI Brasil Rodolfo Dourado Maia Gomes, um dos responsáveis pela elaboração da linha do tempo, a intenção ao criar esse produto é “mostrar como assuntos relacionados à eficiência energética evoluíram no tempo, que nada surgiu espontaneamente ao mesmo tempo, foi uma "evolução" e que temos programas e mecanismos de eficiência energética que existem faz tempo no país para fomentá-la”.

Acesse aqui a linha do tempo da eficiência energética.