10 resoluções de Eficiência Energética para 2020

Publicado em 20/Dez/2019 às 18h09 Atualizado em 20/Dez/2019 às 22h46

Por Gabrielle Adabo

Revisão técnica: Rodolfo Gomes

Faltam poucos dias para o início do novo ano e é o momento perfeito para escrever a sua lista de resoluções para 2020. Que tal este ano incluir alguns itens de eficiência energética na lista? Essas são resoluções que podem trazer ganhos para o seu bolso e, principalmente, para o planeta por gerarem economia de energia. Isso porque, para ser produzida, a energia elétrica emite Gases de Efeito Estufa (GEE) no meio ambiente, que são responsáveis pelo aquecimento global. A eficiência energética é considerada a mais importante ação em favor do clima no que diz respeito ao setor energético.

Tornar a eficiência energética parte do seu cotidiano não é difícil, mas envolve, como muitas das nossas resoluções de começo de ano, mudanças em relação aos nossos hábitos. Algumas delas devem ser feitas na forma de comprar os equipamentos elétricos; já outras envolvem o que fazemos em relação aos equipamentos para eles funcionarem corretamente. Confira a seguir a lista de resoluções preparada pelo IEI Brasil:

As lâmpadas são um elemento fundamental em qualquer ambiente. Elas garantem o conforto na hora de estudar, trabalhar ou mesmo só relaxar. A escolha delas é muito importante e é fundamental para garantir a economia de energia. As lâmpadas incandescentes foram as primeiras a surgir e consumiam uma quantidade considerável de energia; hoje sua venda é proibida em vários países, inclusive no Brasil. Depois vieram as lâmpadas fluorescentes, mais econômicas, e, mais recentemente, as de LED, campeãs em eficiência energética. Portanto, se você ainda tem alguma lâmpada incandescente é hora de aposentá-la de vez. O IEI Brasil, na seção IEI Explica, fez uma série sobre lâmpadas para orientar o consumidor na hora da compra. Aqui você encontra informações sobre os tipos de lâmpadas e aqui sobre as medidas importantes de se conhecer na hora de comprá-las. As lâmpadas também têm um papel importante na arquitetura e no design de interiores. Aqui nesta matéria do MonitorEE você encontra dicas de como utilizá-las para favorecer o ambiente e economizar energia. 

Se o seu objetivo para este ano é comprar um ar-condicionado para sua casa ou apartamento ou, ainda, trocar o seu que já está com a vida útil acabando não deixe de se informar sobre as vantagens do ar-condicionado inverter. Ele é um ar-condicionado do tipo split equipado com essa tecnologia inverter que faz com que ele economize muita energia em relação aos outros. Para entender melhor como funciona o ar-condicionado inverter leia aqui a postagem do IEI Explica sobre ele.

Se você já tem um ar-condicionado em casa, pode melhorar a forma como o utiliza e, assim, economizar energia. Fechar portas e janelas ao utilizá-lo vai ajudar a economizar muita energia. Isso porque quando você escolhe a temperatura que quer no aparelho, ele trabalha para manter essa temperatura. Ele possui um termostato que verifica a temperatura do ambiente. Ao atingir a temperatura desejada, ele precisa trabalhar menos (no caso dos aparelhos splits que não são inverters, eles chegam a desligar o compressor, aquela parte que fica do lado externo da casa). Se as janelas e portas estiverem abertas, o calor do ambiente vai estar sempre aumentando e o seu ar-condicionado vai ter que trabalhar bem mais para deixar o ambiente frio, gastando muita energia. Isso pode, inclusive, reduzir a vida útil do aparelho, que foi projetado para funcionar no ambiente fechado. Neste ano, portanto, seja amigo do seu ar-condicionado, feche portas e janelas quando utilizá-lo.

A Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (ENCE) pode ser encontrada em muitos equipamentos, como ares-condicionados e refrigeradores, e serve como um guia para orientar o consumidor na hora da compra. Ela possui faixas, com cores e letras, de classificação dos aparelhos com base no consumo de energia. Para saber mais sobre a ENCE, acesse a postagem do IEI Explica do IEI Brasil aqui. Aqui neste site você encontra uma lista dos ares-condicionados mais eficientes, feita a partir da ENCE.

A sua geladeira nem sempre precisa estar ligada com o termostato no máximo para gelar bem. Você pode regular o termostato da geladeira de acordo com as estações. No inverno, por exemplo, pode colocar o termostato numa posição menos fria. Isso evita, inclusive, que alguns alimentos, como verduras, estraguem por causa do frio excessivo.

Outra ação importante de se fazer com relação à sua geladeira é verificar se a borracha de vedação está funcionando corretamente e, se não estiver, realizar a troca por uma nova. Isso é necessário porque se a borracha não estiver vedando corretamente, o ar frio vai sair e o ar quente vai entrar. Para verificar se a borracha da sua geladeira está vedando corretamente, pegue uma folha de papel e feche a porta da geladeira prendendo-a. Se ao puxar a folha ela apresentar resistência, a borracha está vedando corretamente. Se a borracha soltar facilmente a folha, é hora de trocar. Faça isso em várias posições da borracha. 

Pois é, mesmo desligados alguns equipamentos ainda consomem energia se ligados na tomada. Isso pode ser confirmado por aquela luzinha que fica acesa, por exemplo, em televisores e decodificadores de TV a cabo. A saída é desligá-los da tomada se for passar um tempo sem utilizá-los.

Essa, talvez, seja a resolução mais importante, pois pode comprometer a sua segurança. Emendas mal feitas, fios ou cabos desencapados ou com isolamento comprometido provocam perdas de energia. Essas perdas se dão em forma de calor, aquecimento, o que é bastante perigoso, pois pode provocar um curto-circuito ou um incêndio. Mas, atenção: se você não possui experiência em elétrica tome cuidado ao fazer reparos - é melhor contratar um profissional.

Essa é uma dica bastante óbvia, mas que muita gente não faz. Não deixe os televisores ou as lâmpadas ligados sem necessidade. Pense que, além de trazer consequências para o seu bolso, essas atitudes também comprometem o meio ambiente.

Nada de lavar roupas na capacidade mínima da máquina ou de ligar o ferro para passar só uma camisa. O bacana é se organizar e lavar e passar somente quando houver uma quantidade significativa de roupas. O esforço concentrado pode parecer maior, mas a economia de energia (e de água) vão valer a pena a longo prazo.

Para ajudar você a se comprometer de verdade com essas resoluções, fizemos uma check list (acesse aqui). Ao longo do ano, ou ao final dele, você pode marcar o que foi feito. E que tal compartilhar a lista em suas redes sociais e incentivar mais gente a entrar nessa? Um bom Natal e um ano novo repleto de eficiência energética!